O garoto Antônio Saturnino, na Praça Horizonte, aprende como economizar energia elétrica a partir da escolha dos tipos de lâmpadas: LED, incandescente e fluorescente

A Praça Horizonte, espaço aberto ao público próximo ao Parque Flamboyant, oferece  opções de lazer e conhecimento para região

 

Um local para o lazer, mas também para aprender. Essa é a proposta da Praça Horizonte, espaço aberto ao público com área verde, pista de caminhada, pet park, bike sharing e playground e sete estações de sustentabilidade. Elas mostram por meio de maquetes interativas e textos explicativos, o funcionamento de novas tecnologias, como reuso de águas cinzas e captação de energia solar, que ajudam no uso racional dos recursos naturais.

A praça está implantada na Avenida H do Setor Jardim Goiás, com uma frente para Parque Flamboyant e outra para a Praça das Artes, em terreno com quase quatro mil metros quadrados, onde será construído o residencial Horizonte Flamboyant. “Além de dar função a um espaço enquanto as obras não são iniciadas, oferecendo mais lazer e integração das duas áreas verdes do bairro, vamos agregar também informação para a população”, explica Guilherme Pinheiro, diretor da GPL Incorporadora e Construtora, que participa do grupo empreendedor juntamente com a GPM Incorporação e a Emoções Incorporadora – que tem como sócio o cantor Roberto Carlos.

Feira de Ciências

As estações de sustentabilidade da Praça Horizonte foram inspiradas nas feiras de ciências escolares e explicam de maneira prática e didática os conceitos básicos de modernas tecnologias em sustentabilidade. O espaço também está disponível para escolas que desejarem promover aulas ao ar livre.

Algumas maquetes serão interativas, como a que demonstra o sistema de aquecimento solar para levar água aos chuveiros. “Em uma das estações, por exemplo, temos a representação de uma pessoa no banho, o que torna a experiência mais divertida”, explica Deborah David Rios, coordenadora de projetos da GPL Incorporadora e Construtora.

Os visitantes da Praça Horizonte também podem interagir com o mecanismo que reproduz o sistema de reuso de água. A economia do uso de luz de LED também é demonstrada em outra estação de sustentabilidade, que faz uma comparação de eficiência com demais tipos de lâmpadas, incandescente e fluorescente.

Nesta mesma estação é apresentado o funcionamento de um micro sistema de automação que permite a dimerização da luz, ou seja, o controle da intensidade da iluminação. Com isso, ganha-se  em economia e também em cenários.

Outro tipo de tecnologia sustentável apresentado são os pontos de recarga para carros elétricos. O uso de veículos movidos a eletricidade é uma tendência forte no mundo inteiro. Segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), divulgada este ano, até 2030 o estoque global de carros elétricos deve atingir 140 milhões de unidades, 10% da frota total de utilitários no mundo.

Práticas sustentáveis

Dentro desse conceito de Praça Escola, o espaço idealizado também estimula boas práticas sustentáveis. Infográficos são usados para informar sobre coleta seletiva de materiais como recicláveis (plástico e papel), além do descarte consciente de óleo de cozinha, pilhas e baterias.
Para oferecer bem-estar aos visitantes, o paisagismo da Praça Horizonte tem um conceito de acolhimento. Uma estrutura construída em concreto armado remete ao movimento da água e liga o Parque Flamboyant à Praça das Artes.

O espaço ficará disponível para visitação até março de 2019, quando serão iniciadas as obras do Horizonte Flamboyant, onde todas as novidades tecnológicas apresentadas nas estações de sustentabilidade serão aplicadas.
“O objetivo é oferecer para comunidade, principalmente aos frequentadores do Jardim Goiás, uma nova opção de lazer que seja compatível também com a proposta do nosso empreendimento, que investe em tecnologia para um futuro melhor”, complementa José Marcos Pimentel, diretor da GMP Incorporação.

Sobre o Horizonte Flamboyant

O terreno de 3.794,60m² receberá torre única, com duas alas independentes. Os apartamentos serão de três e quatro quartos com metragem que variam de 177 a 204m² (com escaninho). O empreendimento também contará com quatro penthouses que variam de 444m² a 507m².  Além da tradicional área de lazer no mezanino, uma segunda área de lazer e convivência será construída no 33º andar, o Sky Club, um espaço com vista panorâmica da cidade. Os itens de sustentabilidade e lazer são completados com projetos exclusivos de segurança e serviços.


Deixe seu comentário