Preparar o empreendedor goiano para a internacionalização. Esse é um dos principais desafios para incrementar a atividade econômica de Goiás, segundo o presidente da Federação das Associações de Jovens Empreendedores e Empresários do Estado de Goiás (Faje Goiás), Lucas Souza. A entidade goiana organiza, em conjunto com a Confederação Nacional de Jovens Empresários (Conaje), a primeira edição do Fórum Mundial de Empreendedorismo, a ser realizado em 24 e 25 de maio, no Centro Universitário Alves Faria (Unialfa), em Goiânia.

Goiás ainda tem uma participação tímida no volume de exportações brasileiras. “Temos muito para crescer ainda. Falta despertar no empreendedor goiano o pensamento internacional, com qualificação e conhecimento dos instrumentos disponíveis para facilitar o comércio com outros países, tanto para quem vende, quanto para quem precisa adquirir insumos no exterior”, afirma Lucas Souza.

O presidente da Faje Goiás defende que o Estado precisa explorar melhor o seu potencial econômico, por ser grande produtor de alimentos, e canalizar a sua vocação para atendimento dos grandes mercados internacionais, como os países asiáticos, que absorvem 49% das exportações goianas. “Inovação, empreendedorismo e incentivos são os caminhos para o incremento da economia do Estado”, diz.

Lucas Souza, da AJE Goiás

O primeiro Fórum Mundial de Empreendedorismo, segundo seus organizadores, oferecerá uma imersão no universo dos negócios através de workshops e palestras. Mas o principal foco será o debate sobre a importância da exportação e importação e da logística. “O empreendedor terá de colocar o seu negócio é um grau de conhecimento dos mercados externos capaz de torná-lo acessível a várias línguas, bem como ter conhecimento da cultura de outros países para favorecer as negociações”, explica Lucas Souza.

Estão confirmadas as participações, como palestrantes, de Carlos Moyses, CEO do Ifood; Tiago Reis, fundador da Suno Research; Erik Nybo, que atuou na área jurídica da Easy Taxi; Ricardo Bellino, da Elite Models; Han Peter, embaixador da Holanda no Brasil; Wyndson Oliveira, CEO da Congressy, e Vinícius Neris, fundador do InEvent. Será realizada reunião dos movimentos dos jovens empreendedores do Mercosul, com a presença de representantes da Argentina, Paraguai e Uruguai, além de exposições de embaixadas. As inscrições podem ser feitas no site fme.fajegoias.com.br.


Deixe seu comentário