Maria Luiza e Helena Ribeiro

Lançado nesta terça-feira (dia 27), o Programa Mulheres Empreendedoras vai capacitar gratuitamente 50 micros e pequenas empresárias de Goiânia, com ações de mentorias e de coaching, além de aplicação conteúdos desenvolvidos pelo Sebrae. A formação, que já recebe inscrições e terá duração de seis meses, é fruto de parceria firmada entre a entidade e o núcleo de Goiás do Grupo Mulheres do Brasil (MdB), que funciona desde o ano passado no Estado.

Uma das líderes do núcleo, a empresária Helena Ribeiro explica que o objetivo é acelerar empreendimentos de mulheres aliando a experiência do Sebrae com o trabalho do MdB. “Isso vai nos ajudar a empoderar empreendedoras em Goiás. O Sebrae participa com os inúmeros conteúdos que produz e o grupo vai entrar com o trabalho de selecionar as empresárias e as mentoras”, cita.

Helena informa que as 10 mentoras serão elegidas entre empresárias e executivas goianas com nome consolidado no mercado. A ideia, destaca, é compartilhar a experiência prática. Além de presidente do Grupo EMPZ, ela atua como mentora, em São Paulo, em programa desenvolvido pela empresa de auditoria Ernst & Young.

Também líder do núcleo goiano do Mulheres no Brasil, a advogada Maria Luiza Cavalcante avalia que a participação no programa pode proporcionar uma troca de experiências importante para o fomento dos negócios. “As mentoras podem apresentar quais são as dificuldades, as possibilidades e as técnicas, ou seja, aquilo que foi experimentado em um nível nacional adaptado à realidade local”, frisa, enfatizando que o núcleo atua em áreas como educação, combate à violência e igualdade racial.

Camilla Carvalho

Formação

Além das mentorias coletivas, são oferecidos pelo programa conteúdos como workshops, palestras, coaching, diagnóstico empresarial, além de oficinas e capacitações nas áreas de empreendedorismo, finanças, marketing, pessoas, lideranças, inovação e planejamento estratégico. “Será abordado tudo que perpassa a gestão de uma empresa”, diz a gerente de atendimento do Sebrae Goiás, Camilla Carvalho.

Ela informa que a duração do convênio é de dois anos e a previsão é ampliar o apoio em outros segmentos, como ao Microempreendedor Individual (MEI) ou ainda àquelas mulheres que desejam abrir seus negócios. “O objetivo é empoderá-las e fazer com que as características que elas já têm estejam a serviço de um bom negócio”, comenta.

Critérios e inscrições

As inscrições para participar do Programa Mulheres Empreendedoras está aberto até o dia 28 de abril ou até enquanto houver vagas. O cadastro é feito pelo telefone 0800 570 0800, por meio do qual as interessadas também poderão tirar dúvidas. Para se inscrever, é necessário preencher critérios como ser sócia ou proprietária de uma micro ou pequena empresa que deve ter mais de um ano de mercado e atuar na rotina do negócio como gestora. O faturamento anual deve ser entre R$ 100.000 e R$ 4.800.000. Até duas sócias por empresa podem participar e, na inscrição, a empreendedora deve descrever seu negócio e explicar por que deseja participar.


Deixe seu comentário