Marduk e Marco Aurélio: empresa prevê crescer 50% neste ano

Ao descobrir os benefícios do gengibre que usou para recuperar a voz durante uma turnê por Goiás, no fim dos anos 80, o então jornalista e roqueiro Marco Aurélio Duarte, conhecido na época pelo nome artístico Markan Camaralina, abandonou a carreira iniciada na Europa e deu o pontapé para se tornar exemplo de empreendedorismo. A esposa Hélida Duarte também foi decisiva para o sucesso do negócio, ao sugerir que começassem a produzir e vender os cristais de gengibre, o que aconteceu de forma artesanal e caseira. O estímulo levou Marco Aurélio a fazer o curso de secagem e desidratação de produtos vegetais na Universidade Federal de Goiás (UFG) e, posteriormente, de gestão no Sebrae.

Nascia a Ardrak Indústria e Comércio, empresa especializada na industrialização e comercialização de produtos à base de gengibre, que chega aos 28 anos presente em praticamente todos os Estados e com a perspectiva de crescimento de 50% no faturamento, passando de R$ 8 milhões para R$ 12 milhões, e de aumento de 75% no mix de produtos, dos atuais 40 para 70. Mas os planos vão ainda mais longe. A meta é chegar ao Chile e aos Estados Unidos.

Para tanto, se prepara para ingressar no mercado de bebidas à base de gengibre, chocolates com recheio de gengibre e biscoitos de amido de gengibre sem glúten, além de ampliar o segmento de balas. “É o sabor e a saúde andando juntos”, afirma Marco Aurélio ao EMPREENDER EM GOIÁS. O lançamento das novidades será realizado na Natural Tech, feira especializada em alimentos e produtos naturais, 6 a 9 de junho no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo (SP).

Entre os novos produtos, estão os da linha GengiVida desenvolvidos de acordo com os conceitos de funcionalidade e da probiótica, voltados para o bem-estar do consumidor. Serão seis opções de balas em duas linhas: gengibre probiótica (forte, suave e menta) e linha cítrus com vitamina C (limão, maçã verde e frutas cítrica. “Esses produtos privilegiam o sabor e são bastante palatáveis, além de conter puro extrato de gengibre”, afirma Marco Aurélio, ao lembrar que a nova linha de balas vai atender um mercado mais amplo e chegará com preço acessível e embalagens cleans e modernas, a partir de março.

Como exemplo, Marco Aurélio cita um produto inédito no mercado mundial, a goma de gengibre vegana que é produzida à base de pectina, uma gelatina feita a partir da casca de maçã. “O consumidor vai “comer” suco de gengibre sem a adição de produtos de origem animal”, frisa. Para atingir o patamar de qualidade, a Ardrak conta com o apoio do Instituto de Tecnologia de Alimentos da Universidade Estadual de Campinas (SP) e Instituto Senai de Tecnologia em Alimentos e Bebidas de Goiás, no desenvolvimento dos produtos.

Pontos de venda
Além do lançamento de novas linhas de produtos , a Ardrak irá ampliar a distribuição em todo o País aumentando seus pontos de venda, que hoje estão concentrados nas farmácias, para mercados com foco em alimentação saudável como empórios e lojas naturais, com perspectiva de vendas também no Chile e nos Estados Unidos. “A linha em desenvolvimento vai trazer o produto mais inovador, desde o cristal de gengibre, que deu início à nossa vida empresarial na década de 1990 até uma linha de alimentos com amido de gengibre com baixíssimo sabor residual que promete mudar nossa forma de alimentação, trocando glúten pelo gengibre”, garantiu Marco Aurélio.

Os produtos que estão há mais tempo no mercado, Cristal de Gengibre e balas light, energética e probióticas, também passaram por modernização na linha de fabricação e na apresentação. Para tanto, a Ardrak adquiriu, recentemente, modernos equipamentos. A indústria tem capacidade de empacotamento de 33,6 mil sachês de 60 gramas por dia, bem como cortar e embrulhar 800 balas por minuto de forma automatizada. A empresa processa cerca de 30 toneladas de gengibre por mês apenas para fabricação dos cristais de gengibre, que são produzidos na unidade agrícola localizada em Santa Maria do Jetibá (ES).

A qualidade dos produtos da Ardrak é garantida pela adoção dos critérios das Boas Práticas de Fabricação, reguladas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “A nossa cadeia produtiva tem asseguradas as condições sanitárias básicas, desde o plantio do gengibre até a sua disposição nas gôndolas e prateleiras”, garante o diretor da empresa, Marduk Duarte.


Deixe seu comentário

1 comment

  1. Jessica Responder

    Eu amo Ardrak.
    Moro fora e sempre que vou pro Brasil eu compro 12 pra durar bastante.
    Fantasticos!