Sete passos para planejar seu negócio para 2018

780 1

“Nenhum vento é favorável para quem não sabe seu porto de destino” esta famosa frase do pensador romano Sêneca, mostra de maneira clara a importância do planejamento. A economia brasileira dá sinais de recuperação e a expectativa é que 2018, apesar das eleições, seja o início de uma recuperação. Isto faz com que seja ainda mais importante se planejar. Alguns passos são essenciais para um planejamento anual de um negócio. Confira quais:

Reúna a equipe
Seus colaboradores se sentirão mais valorizados se forem convidados para participar do planejamento do ano, eles também podem trazer ideias importantes que podem enriquecer o processo.

Defina objetivos SMART
A sigla SMART vem das palavras em inglês para Específico, Mensurável, Alcançável, Realista e Temporal e quer dizer que seus objetivos devem atender a estes requisitos. Fuja de objetivos como “este ano vou melhorar meu negócio” ou “vamos melhorar as vendas”, especifique o que vai ser melhorado, defina valores a serem atingidos pelas vendas por categoria de produtos ou serviços e o valor total de faturamento a ser alcançado pela empresa até dezembro de 2018. Esta meta deve ser desafiadora, porém calcada na realidade, se desafie numa medida em que seja possível atingir.

A partir dos valores projetados para o ano de 2018, faça o desdobramento mensal. Para atingir o valor final em dezembro de 2018, qual será a meta para janeiro, fevereiro, março, etc. Todas estas metas mensais (que somadas chegarão ao valor projetado para o ano) devem ter datas e ações que serão executadas para possibilitar o atingimento.

Elabore um plano de ação
Com o objetivo definido e as metas mensais estabelecidas, é bom lembrar que os resultados não virão somente porque você deseja, é preciso planejar e executar as ações que serão necessárias para que os resultados aconteçam. Você pode usar um modelo simples e efetivo para elaborar o plano de ação. Responda as perguntas: O que? (qual é a ação?); Quem? (quem é o responsável?); Como? (como será executada?); Quando? (data de início o término?); Por que? (por que está ação é importante?); Onde? (onde será realizada?); e Quanto? (qual será o custo?).

Elabore uma matriz como esta para cada mês do ano de 2018 e monitore a sua execução. O ideal é realizar uma reunião rápida com a equipe (os responsáveis pelas ações), uma vez por semana para acompanhar a execução.

Planeje seu fluxo de caixa
Agora que você já definiu metas de faturamento e elaborou os planos de ação, é hora de projetar seu fluxo de caixa mês a mês. Use uma planilha Excel (ou outro software de planilhas). Coloque em uma coluna todos itens que gerarão custos e despesas, com seus respectivos valores na coluna seguinte, em outra coluna coloque as previsões de receita, compare os valores gerados mês a mês e avalie como pode gerenciar melhor suas finanças. Com a planilha pronta, insira uma nova coluna do lado dos custos e despesas e outra do lado da projeção de receitas, nestas novas colunas você irá lançar os números reais de custos/despesas e receitas à cada semana, para comparar previsto e realizado. Um simples controle de fluxo de caixa já possibilita antecipar situações e tomar decisões com antecedência, minimizando riscos.

Adquira conhecimento
Planeje também os cursos que irá fazer (ninguém pode acreditar que não precisar aprender mais nada). Avalie quais competências você gostaria de desenvolver para impulsionar mais seu negócio e se programe para participar de cursos, ler livros, visitar feiras e exposições e se informar sobre seu ramo de atuação. Busque se profissionalizar mais, o mercado está cada vez mais competitivo e ficará ainda mais difícil para amadores. Lembre-se também de planejar as capacitações dos seus colaboradores.

Planeje a evolução do seu negócio
Além de estabelecer as metas de faturamento, é preciso também planejar a evolução da gestão da empresa. A empresa já tem um Plano Estratégico? Você já usa um software de gestão? Seus processos de trabalho já estão mapeados e melhorados? Quais indicadores são usados hoje para monitorar desempenho e resultado? Avalie o que precisa ser melhorado na gestão da empresa e faça um plano de ação para implementar as melhorias.

Monitore e atualize
Na medida em que começar a executar os planos de ação, faça constantemente uma avaliação dos resultados (previsto e realizado), verifique sempre se está acontecendo alguma mudança no mercado ou se alguma ação não está trazendo os resultados esperados. Quando necessário, faça atualizações e correções nos planos, lembre-se que o plano deve ser uma trilha e não um trilho. Planejar não garante que os resultados irão acontecer, mas permite lutar, de forma organizada, para que eles aconteçam.

Ao ler este texto você pode pensar que tudo isto é muito trabalhoso. É verdade! Mas este esforço de planejamento vai te dar um mapa, com os passos a serem dados para que a empresa avance e vai orientar os esforços e investimentos necessários para que os resultados aconteçam.

Feliz 2018!


Deixe seu comentário

1 comment

  1. Ana Paula Responder

    Obrigada pela dicas, hoje estou começando
    Um negócio. E suas orientações foi muito importante para mim.